Num dilema

Sabe quando você se sente na pontinha de um trampolim de uns cinco metros de altura e vai saltar numa piscina onde não dá para ver o fundo e não se tem certeza de sua profundidade? É mais ou menos assim que ando me sentindo em relação ao futuro.

Incertezas, dúvidas, encruzilhadas... Quando terei respostas para as minhas perguntas?  Qual é meu objetivo nesse mundo? Quando essa tortura em tentar me encontrar vai enfim terminar?  Creio que, se não pensasse tanto - em tudo que engloba a vida em si - talvez não me torturasse tanto também.

Mas pensar, imaginar, ler, buscar fontes em músicas, livros, pessoas, aprender novos idiomas, viajar, fazer novos cursos são instrumentos para a busca não só de conhecimento como de um futuro, e se for mesmo, devo estar no rumo certo. Graças a Deus adoro tudo isso e estou sempre pronta para conhecer pessoas e coisas novas, porém, que caminho difícil de se encontrar...

Acho que na verdade tenho pressa. Tenho medo também de envelhecer e me ver sem conseguir fazer metade do que planejo. O tempo passa muito rápido! Nós nos colocamos expectativas demais e acabamos nos frustrando quando o que idealizávamos antes não acontece.

Pois é... A piscina está logo ali, e eu prestes a pular. Sei nadar, mas não exemplarmente. Não tenho bóias. E agora?

Good lucky for me!

Comentários

  1. Relaxa, as coisas vão fazendo sentido conforme vão acontecendo. O resto, é correr atrás pra que algo aconteça.

    ResponderExcluir
  2. Ane calme-se! rsrsr o futuro e relativo linda, mas relativo do que as nuvens (isso foi horrivel, eu sei, mas to tentando explicar.. rs).. Nao precisa se preocupar.. tem uma frase que diz: somos aquilo que pensamos e outra que somos quem podemos ser... concilie as duas.. nas queira acelerar as coisas antes do tempo, saiba curtir tudo, e nao planeje demais.. saiba deixa, pelo menos um pouco, ao acaso...
    beijo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. pode ser brega dizer isso, mas há uma afinidade minha com seus escritos e também acho que já disse isso alguma vez que passei por aqui... insisto para que faça-me uma visita, esperarei.


    beijos no coração.

    ResponderExcluir
  4. nada nunca é do jeito q se espera, menina... essa é a beleza da vida: a incerteza... pode ser bom, ppode ser ruim... mas nunca vai ser igual... se perguntar essas coisas é normal... saber a resposta é impossível...

    ResponderExcluir
  5. Nada como conhecer todas as coisas -possiveis, claro- para saber o que ser na vida. Mas o único conselho cabível é, depois de escolhar o seu caminho, não importa qual seja é que o siga com todas as sua forças para ser a melhor. ;)

    ResponderExcluir
  6. Viva apenas com a certeza que tudo tem a hora certa e sabendo que os dias não voltam.
    Boa semana.
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!