terça-feira, 14 de maio de 2013

desses dias.

 

Dessas terças (in)comuns. Dessa autoconfiança que só cresce por dentro. Dessas aulas que me dão prazer e me tiram da rotina. Desse cuidado com o que faço. Da rotina que é sempre igual, mas sempre muda. Desse amor pelo que faço. Desse orgulho das conquistas alcançadas. Dessas listas imensas de tarefas do dia a dia. Das coisas que dão certo. Do levantar da cabeça, de surpresa, que me fez cruzar meu olhar com o seu. Dessas coisas da vida que me revigoram a cada instante.

Je mets l'amour dans ce que je fais et j'en fais avec plaisir.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

dos dias que me faltaram.


Nesses dias tumultuados vi muito trabalho. Sob pressão. Estresse. Êxtase. Alegria. Nervosismo e agitação. Vi ansiedade. Vi felicidade. Só não vi o tempo passar. Nem as pessoas passarem por mim. Me faltaram as palavras, os livros, as horas de lazer. Sobraram cafés. Faltaram boas conversas. Sobraram pensamentos. Ideias se perderam. Faltou poesia. Faltaram breves momentos de mim.