segunda-feira, 26 de março de 2012

se acabó.

 

Cierra más un ciclo. 
Lágrimas caen por el rostro. 
Felicidad y tristeza, al mismo tiempo. 
Eso es tan raro...

sexta-feira, 23 de março de 2012

uma hora a vida (a)certa.

 

não havia deixado pra trás uma profissão que não gostava. sempre gostou. mas faltava algo a mais. um dia encontrou. e se completou.

quarta-feira, 21 de março de 2012

dos cafés e dos poemas.


cheguei em casa
longe das coisas
exausta do dia
ansiosa pela semana que vêm
feliz pelo meu próximo destino
com saudade de uns
vontade de outros
e satisfeita de mim.

just love.

 

Essas coisas de amor e relacionamentos estão em todo lugar. Em novelas, músicas, filmes, livros, redes sociais... E sempre tem intriga, sofrimento, traição, tudo o que não é amor. Como para destruí-lo. Tirá-lo de cena. Aí ninguém mais acredita nele. Todo mundo passa a acreditar que se amar, vai sofrer, vai ter dor, vai ter perda. E aí ninguém mais ama. Ninguém mais se envolve. Então vem a solidão, a carência, a tristeza... E a dor. Tudo pela falta de amor.

Amor é simples. É sentir sem pensar demais. Sem complicar. Se as pessoas não botassem tanto empecilho nele, o mundo seria mais fácil e a vida, muito mais colorida.

terça-feira, 20 de março de 2012

pequenos prazeres.

 

Poucas coisas são mais prazerosas do que desfrutar de um final de tarde outonal. 
E de um bom café.

domingo, 18 de março de 2012

mente hiperativa.


Gosto das conversas que ocorrem na minha mente. São engraçadas, coerentes e sempre chegam numa conclusão eficaz.

sábado, 17 de março de 2012

Un café, s'il vous plaît.


"...Um espresso é 'un express', certo? Um espresso com um pouco de leite é um 'une noisette'. Um café preto fraco é um 'un allongé'..." 'café au laté' na verdade é 'créme'. "Un créme, s'il vous plaît."

(Do livro: 'Merde! Um ano em Paris' de Stephen Clark)

Agora sei como tomar café em Paris.

Quase outono... De novo.

 
O sol muda,
a temperatura ameniza,
o fim de tarde vira nostalgia
e eu, pura poesia.

quinta-feira, 15 de março de 2012

dia em poesia.

 

pessoas. cafés. pedidos. chuva lá fora. calor. emoções. gargalhadas. buzinas. música alta. correria. raiva. cansaço. chateação. ansiedade. gostar. trabalho. livros. canetas. dinheiro. sem troco. não gostar. leituras. imaginações. resistência. vontades. mente inquieta. planos. saudade. tpm. escrever. barulho...

fones de ouvido.
silêncio.
Drexler.
poesia.
paz.

quarta-feira, 14 de março de 2012

la pluie... j'aime.


 no céu, as nuvens choram
renovando ideias,
transformando sensações,
acalmando emoções
dentro de mim.

domingo, 11 de março de 2012

sábado, 10 de março de 2012

l'amour.

Gotan Project

 

"En la rayuela o en la vida,
Vos podés elegir un día.
¿Por qué costado, de que lado saltarás?"

(des)apaixonar-se.


que grande capacidade tenho de me apaixonar
e desejar
e esperar
e imaginar.

e tentar mil e uma maneiras me desapaixonar
e deixar tudo passar
de uma vez só
e para sempre.

Be yourself.

 

"Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem - na verdade - a gente é."

(Fernanda Mello)

FOCO

 

Acreditar, focar no que se quer e confiar. Três ferramentas que, em equilíbrio, faz o mundo conspirar a nosso favor.

do meu dicionário.

 

Ousadia é um medo corajoso.

quarta-feira, 7 de março de 2012

suspirando.

 

Entre suspiros, olhares e sorrisos renovo as cores da minha vida.
(Confesso que estava com saudades de tudo isso.)

terça-feira, 6 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

ALL YOU NEED IS LOVE.


Love is all you need.

make it real.


Para as coisas realmente acontecerem a gente precisa confiar em si mesmo. Basta apenas ser. Não adianta contrariar, a vida funciona mesmo quando colocamos toda a nossa energia a favor dela.

sexta-feira, 2 de março de 2012

quinta-feira, 1 de março de 2012

De quanto vale um dia de folga... II

 

Folga é não se preocupar com as horas, é ter tempo pra tudo e poder fazer tudo também. É não fazer nada. É se cuidar mais, pensar mais (ou pensar menos), é se divertir, é ter tempo pra ler muito, é viver. Folga é fazer poesia dos momentos do cotidiano. É fazer do ócio, luxo.

Folga é colocar as ideias em ordem. Replanejar a vida. Reorganizar sentimentos. Relembrar momentos. Rever pessoas.

Não é que eu não goste de trabalhar, ao contrário. Gosto do que faço e por isso mesmo, nos meus momentos de lazer, usufruo com toda a intensidade e vontade, como comer chocolate antes de começar uma dieta, ou de beber água gelada em um dia de muito calor. Ou até mesmo, como beijar alguém que se deseja muito.

Quando a folga acaba, a gente fica triste mas sabe que no dia seguinte vai trabalhar feliz. Porque gosta-se do que se faz. E porque mais adiante, outra folga vai surgir.

jogo da vida.

 

Empate só é bom se tiver gols.
E uma prorrogação no final.

doce infância.

 

"Se a sua infância foi feliz, você tem todas as chances de ser feliz por toda a sua vida também."