terça-feira, 31 de maio de 2011

Que triste é a inveja...

 

Feliz de quem sabe viver a vida sem prejudicar a do outro.

E o mundo seria bem melhor se só existissem pessoas assim.

sábado, 28 de maio de 2011

Coisas da Vida - Ano III


3 anos e tanta coisa aconteceu nesse tempo na minha vida: muitas mudanças; novas sensações; descobertas incríveis; viagens; alegrias; amores, desamores e ex-amores; reviravoltas internas; ótimas leituras; bons filmes; músicas que inspiraram vários momentos meus; situações inusitadas; coincidências e acasos da vida; encontros, desencontros e reencontros; amadurecimento...

3 anos e o blog continua funcionando (muito bem, por sinal). Sempre com pensamentos, reflexões e sentimentos que me invadem, que quero exprimir e nas letras encontro o melhor jeito para fazer isso. Comecei com este texto há exatamente três anos atrás. Com certeza o blog não é mais o mesmo, mas eu também não sou. Ainda bem, não é?

Meu cantinho que adoro e gosto de compartilhar com que me lê faz mais um ano de vida. Obrigada a todos que sempre ou de vez em quando passam por aqui.

Parabéns ao Coisas da Vida.
Que sigamos por muitos e muitos anos.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Como no vídeo-game


Diálogo entre meu primo de quase 8 anos e eu:

Eu: - Como foi a aula de violão hoje?

Ele: - Foi boa. Eu aprendi algo novo. E bem difícil.

Eu: - E tu estás gostando?

Ele: - Sim, mas o professor ensinou uma parte bem difícil pra gente estudar. 

Eu: - Mas aí que é bom. Tu não estás feliz de ter conseguido tocar bem as últimas notas aprendidas?

Ele: - Sim.

Eu: - Pois é. Cada vez que a gente aprende algo novo, passa para um degrau acima, um pouco mais difícil. E cada vez que conseguimos vencê-lo, nos sentimos vitoriosos. É ou não é?

Ele: - É. Quem nem no vídeo-game que têm as fases dos jogos, né?! Cada vez que passamos de nível vamos pra um mais difícil.

Eu: - Isso mesmo. Quem nem no vídeo-game. Assim é a vida.

Ele: - É verdade.

E lá foi ele jogar no computador.

*************************************************
Desafios, a vida é cheia deles.

Ainda bem.

Maio findando...

...e eu me vi muito nessa música hoje, quando a escutei.


"Maio
já está no final.
  O que somos nós afinal?!
Se já não nos vemos mais.
Estamos longe demais;
longe demais!

Maio
já está no final;
  é hora de se mover
prá viver mil vezes mais.
Esqueça os meses,
esqueça os seus finais.
Esqueça os finais.

Eu preciso de alguém
sem o qual eu passe mal,
sem o qual eu não seja ninguém.
Eu preciso de alguém."
(Kid Abelha)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Lendo e vivendo...



"Você lê e sofre.
Você lê e ri.
Você lê e engasga.
Você lê e tem arrepios.
Você lê, e sua vida vai se misturando no que está sendo lido." 
(Caio F. Abreu) 

  Nada como os pequenos momentos de leitura para completar o ritmo do meu dia.

É por aí...

 

"As ideias estão no chão, você tropeça e acha a solução." ♫ 

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Pois é, Trintei!!


Esses dias fui fazer um cadastro em uma loja e na hora que a mulher pediu minha idade respondi: "Vinte e... (?!), digo, trinta!!"

De repente, deu um branco de quantos anos eu tinha. Faz um mês que fiz aniversário e ainda me sentia com 29. (Isso que andei me preparando uns três anos pra entrar definitivamente na casa dos trinta.)

Foi nessa hora que a ficha caiu de verdade: TRINTEI! 

Eu andava tão preocupada em fazer 30 anos que quando fiz, nem senti o impacto da idade. Tipo, um 'sofrer por antecipação'. Dos 27 aos 29 sofri horrores a tal crise dos 30, e agora estou tranquila, tranquila. Vai entender?! Está certo que nos últimos dias andei cheia de trabalhos e outras coisas para ocupar minha mente e nem deu tempo para 'sentir' minha idade nova. Mas quando aconteceu, foi meio forte. Como ter um sonho super apaixonada e acordar completamente sozinha.

Aí as pessoas chegam e perguntam: "Não é estranho responder: 'Tenho trinta!'? É tão redondo e exato." Sim é estranho! Mais estranho do que quando tinha 20 (porque dizer 'tenho vinte' também gerava um certo impacto dentro de mim). Mas 30 é diferente. De repente, sou uma mulher de 30. Ainda me sinto meio menina pra tanta idade. Outras horas, me sinto muito mulher e parece que a idade se encaixa inteirinha em mim.

Confesso que fiquei um pouco assustada com isso tudo.
E confusa.

Mas vai passar.

Resta agora me virar nos 30.

Spicy life


das vontades mais doces,
dos doces desejos,
daquela inquietude tão doce!
dos doces sonhos
e doces encantos da vida...

Tudo isso me satisfaz, porém ultimamente minha despensa interna anda sentindo falta de uma sensação picante para contrabalançar o paladar doce da vida.

Crônica da vida


Nem sempre de poesia é feita a vida. Às vezes ela é história de terror, suspense, aventura ou um bom mistério a desvendar. - (Considero a minha atualmente, como uma boa crônica, no estilo Veríssimo.) 

A realidade é muito mais forte do que parece ser, e é justamente quando botamos o pé pra fora do mundo que sentimos as dificuldades no rosto, como um tapa na cara. Aí vem a insegurança, o medo de não conseguir prosseguir, a vontade de desistir e voltar pro colo da mãe, do cobertor quente e do aconchego do lar. Só que se fizermos isso, andaremos sempre em círculos e não chegaremos a lugar algum.

A vida é feita de escolhas, desafios e dificuldades. O ser humano precisa disso pra crescer, amadurecer e andar com suas próprias pernas. Se vivermos sempre às custas de alguém, seja financeiramente ou emocionalmente, ficaremos incompletos de espírito. Precisamos nos completar por si só, para assim encontrar alguém que caminhe com a gente, lado-a-lado, e então desfrutar da sua companhia.

Ter um objetivo, fazer acontecer e agir, sempre acreditando em nós mesmos são pré-requisitos pra conseguir vencer na vida e realizar nosso sonhos. No final triunfaremos, o amor enfim vai acontecer, e aí sim a vida poderá se fazer poesia.

Do dia a dia...


Todo dia um recomeço e uma nova forma de fazer o que já se sabe de cor.
Todo dia um jeito diferente das coisas de sempre.

Porque rotina boa é quando se inventa algo novo da mesmice do cotidiano.
E assim, o dia se enche de cor.

Do (meu) mundo...



Vontade do mundo todo.

Preciso voltar à Espanha, passando por Buenos Aires, mas agora com um olhar diferente de quem sabe o que quer e com um objetivo em vista. Quero degustar de todas as cores e sabores do que me satisfaz, em cada lugar que eu estiver. E então chegar em Paris, passando pela Itália, e viver do que me enche de alegrias e prazer. Quero conhecer, sentir, saborear, aprender, fazer acontecer... Preciso viajar comigo, andar sozinha para realizar o que almejo e assim, proporcionar a outras pessoas um pouco dessa alegria e satisfação que sinto.

Quero viajar o mundo todo, voltando à Espanha, passando por Paris e enchendo minha vida dos mais doces encantos.

domingo, 15 de maio de 2011

Bem feliz!

Depois de quinta-feira, pós-show da Julieta, ando me sentindo mais latina do que nunca. E apaixonada pela vida como sempre.

 
Show 'increíble'! Quero mais em agosto.

sábado, 14 de maio de 2011

Me encontrando pra te encontrar

 

ilusão boba essa de achar que eu ainda gosto de quem já se foi. na verdade, gosto mesmo é do que não existe. ou melhor, do que nunca conheci na vida real, mas nos meus sonhos, me persegue. besteira essa de dizer que sinto saudade tuas, pois saudade mesmo sinto daquilo que nunca tive, mas talvez exista. e existindo, porventura um dia poderá ser meu.

*********************************************
nos meus instantes de vazio, te quero sem saber exatamente quem você é. e isto é estranho. o desejo aparece do nada e minha vontade é te ter pra mim. tu, esse estranho conhecido.

e um dia talvez, eu te (re)conheça. quando menos esperar, eu vou te encontrar. porque é assim que acontecem as melhores coisas. então, eu me apaixonarei por ti. mas antes preciso me apaixonar por mim mesma.

assim como está acontecendo nesse momento da minha vida.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Julieta em POA

Porque me vejo muito nessa música e Julieta me inspira sempre.


"Todos los que no entienden de perder te dirán:
No pasa nada, la vida seguirá.
Todos los que no saben de soledad te dirán:
Todo se olvida, otro ocupa su lugar.

¿Como van a saber?
Si no han nadado en la profundidad.
Ya conocerán la verdadera sensación del mar.

*******
Ya te encontrará
Siempre te va buscando en la verdad
Un día entenderás
Lo poco que va quedando en su lugar."


 
E amanhã tem ela ao vivo. Claro que não vou perder por nada.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Trilhando meu caminho


Estou vivendo um novo ciclo na minha vida. Uma nova etapa que me ajudará a prosseguir para as demais e assim, alcançar meus sonhos.

Ninguém disse que iria ser fácil. A cada dia tenho um novo desafio para enfrentar, sempre algo diferente para aprender, e trabalho, muito trabalho.

Já fez um mês. Venci tantos medos e inseguranças minhas nesses dias... Mas ainda falta bastante para chegar ao topo, e têm muita coisa dentro de mim que precisa ser melhorada. Tenho muitos quilômetros de estrada a percorrer, mas nada melhor que achar o que me dá prazer em fazer, enfim.

Há muito o que conquistar, e agora eu sinto que estou no caminho certo.

Exausta, mas bem feliz. :)

domingo, 8 de maio de 2011

Apenas amor


Depois de muito trabalho
- cansativo, mas gratificante -
quem dera um amor
para findar meu dia
e torná-lo ainda mais feliz.

Dessa tal solidão...


antes, mesmo não tendo ninguém, 
eu ainda tinha você
agora, nem você eu tenho
para preencher
esse vazio que há em mim.

sábado, 7 de maio de 2011

Dos começos...

 

"As grandes coisas também nascem de pequenos começos."
(Público Siro) 

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Não é saudade


Quando pensei que nunca mais fosse fazer falta, em termos eu estava certa. Os pensamentos por você de repente aparecem na minha mente sem aviso prévio, mas não sinto saudades.

No coração, ficou um carinho enorme.
Na mente, ficaram as boas lembranças.
E nada mais.

Por isso, às vezes eu lembro.
Mas não é saudade.

via twitter


"Por mais que você diga: 'Não gosto de ninguém agora', você sempre terá alguém em seu pensamento."

terça-feira, 3 de maio de 2011

domingo, 1 de maio de 2011