Prisioneira do amor

É engraçado que quando resolvo fugir de ti, você aparece. Quando quero me afastar de você e das nossas lembranças, elas vêm de maneira tão abrupta. Em um minuto, penso na sua pessoa e resolvo parar de correr atrás, parar de te ver. No mesmo dia, você telefona! Há alguma ligação forte entre nós. Naquela vez que você sumiu, não respondia às minhas chamadas, senti que algo de ruim tinha acontececido. Mais tarde, descobri que você havia batido o carro. Sorte você não ter se machucado. Mas eu senti que algo estava errado. Como pode? E recordo de outra vez, que havíamos passado por um momento ruim e não estávamos mais nos vendo. Algumas semanas depois eu tinha pego uma gripe e estava muito mal, de cama. Sem mais nem menos, você me ligou dizendo que havia sonhado comigo e eu estava doente. Estranho, não?! Coincidência, talvez! A única coisa que sei é que por mais que eu tente me afastar de você, mais você se aproxima de mim. Nosso amor é umas das coisas mais lindas, puras e transparentes que já senti até então, mas cada um tem seu caminho e infelizmente não poderemos seguir juntos nossas vidas. Sinto que todo esse sentimento que tenho por ti não é recente e que nos conhecemos não por anos, mas séculos. Quero escapar desse amor que trouxe muitas feridas, mas você me impede! Quero construir uma nova vida, conhecer outras pessoas, mas você não deixa! Vou dormir e o encontro em meus sonhos. Sonhos bons, não nego, mas até lá você não me dá sossego! Já não sei se devo ter dar outra chance ou se fujo para outro país por um tempo. Só sei que quanto mais você se aproxima de mim, mais te amo; e assim, mais fujo por medo de fazer alguma coisa errada. Porque quando a gente se encontra, tudo se torna perfeito... Até nos despedirmos e aí, o círculo vicioso continua, só não sei até quando. E creio que você saiba menos ainda.

Comentários

  1. Muito bom o texto, e pode ter certeza, essas coisas acontecem com td mundo e nao e coincidencia. Parabens pelo blog. Abcs.

    Visite tbm: O Apanhador no Campo de Centeio

    www.oapanhador.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que quando a gente tá querendo esquecer um relacionamento e deixar ele de lado, e não consegue porque os fatos cotidianos impedem, não é uma coisa de química ou ligação suprema mas sim pura Lei de Murphy. Azar mesmo hehehehe xD

    ;*

    http://musica-holic.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. É... esse é o mal de quem acaba um bom relacionamento recentemente. A vida é dura, mas é iso aí.

    Não vale a pena ficar chorando por "amor pedido". Afinal, um amor se cura com outro.

    Abraço e vamo que vamo!

    ResponderExcluir
  4. Você escreve incrivelmente bem! Ótimo texto. Pude me identificar com palavras, linhas, parágrafos. Pelo seu texto dá a impressão que acredita em outras vidas. Compartilho contigo, até porque sem outras vidas, parece não ter sentido. Bjao

    Convido você a acessar o Antologia Racional
    http://www.antologiaracional.com/

    ResponderExcluir
  5. Ai essas coisas do coração são sempre tão difíceis né!Será q um dia aparecerão situações fáceis na vida?!Bom, elas seriam meio chatas na verdade!Visite o meu tbm www.boneca-inflavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Coisas do coração são complicadíssimas.
    melhor nem tentar mecher com elas.
    xD
    Bom texto. Adorei o post.
    xD
    abraços


    http://bertonie.blogspot.com/
    POST NOVOOOOOOO!!!
    aparece lá!

    ResponderExcluir
  7. O amor tem dessas. E quanto mais a gente tenta fugior ou fingir que nada está acontecendo, pior fica.

    ResponderExcluir
  8. ai nossa que bonito e triste... cada coisa legal escrita nesse blog... adorei

    http://ciinderellastory.zip.net/

    ResponderExcluir
  9. adorei esse texto
    sem comentario

    ResponderExcluir
  10. Belo post, esse eterno ciclo nos impede de viver tanta coisa boa, deixamos tantas novas aventuras de lado, por amarmos algo que não deveríamos amar. Eterna vontade de ir embora quando não se dá.

    beijo.

    ResponderExcluir
  11. tem coisas q a razão não explica e nem nunca explicará...
    mas qndo é amor msm a gente entende.
    bjoo


    http://meus-sonhos-vazios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ane!
    Fiquei tocada, que amor intenso! Ahhh, como a vida é injusta com algumas pessoas que amam, não é mesmo?
    Eu sei como é isso, às vezes temos tudo pra dar certo e na verdade dá tudo errado. Dá vontade de sair correndo e jogar tudo pro ar.

    Aia gente para, pensa e repensa a nossa vida e vê que algumas circustâncias, pessoas e ocasiões nos impede de sermos felizes.

    "A sinfonia da vida é linda, mas dói".

    Beijos carinhosos pra vc minha amiga!

    Continue escrevendo assim. Vc é demais!

    ResponderExcluir
  13. Ai quem me dera agitar o tempo
    Atirar a mágoa à voragem da noite
    Arrancar as raízes ao pensamento
    Sentir a paz que uma lagoa acolhe


    Boa férias


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  14. Um texto desse, e com uma música dessa, só me fez lembrar de uma pessoa que já havia morrido em mim faz tempo. Por que me fizeste lembrar deste amor infortuno? Mas terminei o texto e a música acabou, e voltei ao presente, ainda bem.

    Nos visite também.

    Bruno Monin > www.BloGZinho.com

    ResponderExcluir
  15. Coincidencias não existem ... qdo existe um amor tão belo e harmonioso como esse as pessoas se conectam em mente e espírito ... a frequencia é a mesma.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!