Da espera que acalma a alma...

Cá com meus pensamentos - e com os últimos acontecimentos em minha vida - conclui que se apaixonar é um bem mais que necessário. E com essa mente que tanto pensa, repensa, recorda junto a um coração que tanto sente e ama, hoje posso dizer que chegou o momento de deixar os amores passados irem, para a vinda de um novo, mais precioso. E não falo somente para mostrar que estou curada do mal das desilusões. Falo também porque nessa alma que tanto amou - e ainda ama - hoje sente-se rejuvenescida, livre e aceita seus limites.

Os ciclos estão se fechando, e a vida se movimenta com mais energia. Com isso, aprendi a ter mais paciência em certas situações, pois elas ocorrem cada qual no seu tempo e à sua maneira. Sem acasos, nem insistências. Aprendi também que vale à pena esperar o momento certo e assim, o amor virá. Dessa vez para ficar. Definitivamente.

"Nem penso muito no que pode acontecer enquanto arrumo todas as coisas que eu sinto, o meu passado e o meu destino... Espero que o fim da tarde venha com você!" (Acústicos e Valvulados)

Comentários

  1. essa música é muito nós bem gurias, apesar de hoje eu não gostar. e adorei o casamento desse trecho com teu texto.

    tô muito me identificando com tuas palavrinhas. acho que estamos no mesmo momento, Ane. haha

    "espero que o fim da tarde venha com você"

    ResponderExcluir
  2. Já diz o ditado Ane: Fora com o Velho e que venha o novo, acho que ambas estamos fazendo espaço em nossas vidas e nossos corações para novas Anes, Manoelas,amores e posturas. O destino se encarrega do resto.

    ResponderExcluir
  3. curti muito o comentário da Manô! a gente está longe mas estamos crescendo e descobrindo juntas, gurias. amo vocês.

    ResponderExcluir
  4. temos que nos desfazer do passado pra que o futuro venha sem interrupções :D

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!