Liberdade, que delícia!


Uma das melhores coisas que aconteceram em 2010 pra mim foi a viagem à Espanha.  Além de ter realizado um sonho e ter conhecido lugares, pessoas e culturas diferentes, também  consegui realizar uma grande conquista interna minha: a de me sentir independente e livre, e descobrir que posso desfrutar disso quando eu quiser.

Liberdade, uma palavrinha que aos ouvidos dos outros ainda mexe muito. Alguns acreditam que ser livre é ser solteiro, sem compromissos com ninguém. Pois eu acho o contrário, que se privando de amar, as pessoas se aprisionam em um mundo irreal, sem encantos. Que mal há em amar, deixar ser amado e ainda mais, desfrutar da liberdade única, respeitando a do outro?

Essa liberdade que tenho de ir e vir - coisa linda! -  ninguém a tira de mim. Que bom é tê-la e poder fazer o que se quer fazer.  Porém, ultimamente ando um pouco cansada de usufruí-la sozinha. Ser ímpar já não me parece tão divertido assim. Começo a sentir a necessidade de dividí-la definitivamente com alguém.

Comentários

  1. feito passarinho... que quase nunca voa sozinho e é livre, livre para voar.

    ResponderExcluir
  2. Amei o blog, e realmente acho que liberdade curtida a dois, ou até com amigos, fica melhor, liberdade é saber onde se quer ir, e com quem se quer ir.

    ResponderExcluir
  3. http://danibratz.blogspot.com/

    SO divulgando...obrigada pela atenção, espero que goste do blog, pois eu gosto muito do seu, e ja estou seguindo, bjs

    ResponderExcluir
  4. concordo com o seu ponto de vista, e tenho certeza que dividir esse seu sentimento com outra pessoa é o que há de mais interessante nesse tipo de liberdade!

    ResponderExcluir
  5. Amei o post...
    percebo e constato que cada um enxerga a liberdade como é, cada um tem um conceito para sua liberdade...
    Tôh te seguindo
    visita o meu lá
    http://tudodmenina.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!