Desfecho

Depois de tudo que passou, de todas as coisas que vivemos, sinto que chegamos ao fim. Quem sabe esteja enganada, mas é estranho como certos aspectos de nossa relação esteja diferente. Seu olhar não tem mais aquele brilho de antes. Seu abraço ainda me consola, me protege; você ainda me tráz alegria, todavia o sentimento mudou.

Não creio que seja o fim de tudo, mas de um ciclo. Uma renovação. Talvez seja melhor darmos um tempo, e mais adiante, quem sabe, começarmos de novo. De um jeito distinto do que foi. Ou não. De repente o melhor mesmo a ser feito é cada um ir para um lado seguir sua vida.

Sinceramente, não tenho certeza de nada. Só sei que depois que você cruzou meu caminho, minha vida deu um giro de 180º. Tudo ficou confuso, apesar dos momentos de alegria e satisfação plena que não esqueço jamais. Você me deu razão de viver mas, ao mesmo tempo, uma vida um tanto conturbada.

Fico um pouco na dúvida se devo dizer "adeus" ou apenas um "até breve". Deixo nossa história nas mãos do destino. Ele mostrará o caminho certo a ser seguido.

"Mesmo com tantos motivos pra deixar tudo como está. Nem desistir nem tentar, agora tanto faz! Estamos indo de volta pra casa!" 
Vídeo: "Por Enquanto" (Música do Legião Urbana na voz de Cássia Eller).

Comentários

  1. Na vida todos temos uma escolha, as vezes erramos por fazer a errada.Assunto bastante interessante, apesar de achar o termo separação algo meio forte.
    ótimo blog, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Toda separação é extremamente dificil, mesmo quando não exista mais amor. São momentos inesqueciveis que são deixados apenas nas lembranças^^

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. eh, cada vez mais me encanto com sua forma de escrever.. ^^

    tudo que eh bom dura o suficiente para ser inesquecivel...

    saum as lembranças boas que devem permancer em qqr ocasião!

    lindo texto!


    www.cupuladosleprosos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tudo dura o tempo suficiente e nada é sem motivo...

    ResponderExcluir
  5. poxa....

    texto, poema, poesia..formas distintas em conjunto...adorei seu jeito unico de escrever..

    parabéns!

    ResponderExcluir
  6. esse tema "desfecho" é comum em nossos blogs e se repararmos bem, nos dois ele aparece como confuso, não se sabe ao certo se houve mesmo o fim. O que é o fim? Quando sabemos que algo realmente acabou e que não há nenhuma outra chance de recomeçar?

    Inícios são tão fáceis e estão sempre começando, enquanto finais são complexos e nunca terminam.

    ResponderExcluir
  7. É engraçado como o destino nos prega várias peças.
    Eu fico pensando - quando estou sozinho - o que seria da vida sem destino... o que seria da vida sem a vontade de algo superior, se é que isso existe...
    Seu texto ,está maravilhoso como sempre. Sumi por um tempo, mas agora estou de volta e também postando novamente em meu blog. É bom ver que temos escritores no Brasil que faz valer a pena a nossa língua. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Caramba...esse post me deixou ainda mais pra baixo, mas vou sobreviver.
    Ontem foi um dia muito esperado pra mim, mas eu estraguei tudo. Agora repasso na mente cada fala, cada intenção, num doloroso loop.
    Espero que esse ontem não tenha sido o desfecho de algo que nem chegou a começar.

    ResponderExcluir
  9. Oh querida, eu adorei o trecho do seu texto. Poderia mandá-lo?
    Beijos e vamos continuar trocando idéias quem sabe uma parceria um dia né?! (risos)

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou aqui novamente.
    Eu li seu texto, "Da angústia à felicidade".
    Achei divino!
    Parabéns mais uma vez pela sensibilidade e pelo carinho, que vemos, quando você se expressa.
    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  11. Nossa... muito bom mesmo

    O texto flui, sabe! mesmo com um tema tão delicado, que é uma separação, você conseguiu transformar em belas palavras!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi,

    Entendo o que você está passando, pois o mesmo também aconteceu comigo.
    As vezes a gente acha que as coisas continuam as mesmas, que o sentimento é imortal, mas ele acaba ou mesmo muda.
    Acho que não tem muito jeito, não, é seguir em frente e talvez mais na frente tentar de novo.

    Bjus,

    Girl

    ResponderExcluir
  13. Escolhas Escolhas ..a gente nunca sabe se esta certa ou não ...mais o que eu passo pra te desejar Ane é que mesmo assim dificil como parece vc passe por isso rapido e com muita serenidade...

    Beijos

    Rosa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!