Da angústia à felicidade

Sensação sufocante, vazio, desespero... Às vezes surge em mim uma certa tristeza que não sei de onde vêm, que não tem causa específica. Uma ansiedade, uma vontade de chorar! Um mal-estar nauseante, uma impressão de que nunca mais serei feliz. Meu peito dói! Suspiro... Respiro fundo, tento me acalmar, pensar em coisas boas mas logo essa emoção retorna. Saio de casa. Caminho pelas ruas sem rumo, olho as pessoas, os carros... Tudo é tão confuso e estressante! Mais adiante me aproximo de um parque com lindas árvores, vejo pombas voando entre elas, vejo flores começando a desabrochar para recepcionar a primavera que está chegando. Sento em um banco, contemplo tudo. Fecho os olhos, respiro fundo o ar puro. Tudo é tão lindo, agradável. Fico alguns minutos ali a admirar tanto encanto e beleza. Creio que quem criou tudo isso estava profundamente inspirado e me pôs nesse mundo para desfrutar dessa grande obra de arte que é a natureza! E acredito que Ele não gostaria de me ver triste...
Volto para casa mais tranquila, com uma paz muito grande dentro de mim e certa de que a felicidade está sempre presente em nós, basta olharmos as coisas simples da vida, e não apenas com os olhos, mas também com o coração.

Comentários

  1. A felicidade nos é intrinseco, pena que procuramos externamente o que já esta dentro de nós.

    ResponderExcluir
  2. Realmente. Ele quer te ver feliz. E provou isso dando o filho Dele por amor a você.

    amei!

    www.rosas-inglesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. A vida é muita curta para viver infeliz ...

    ResponderExcluir
  4. Sinto o mesmo quase que regularmente...
    Mas acho que é fruto de um tal não-saber-o-que-se-fez-da-vida nos últimos meses...

    ResponderExcluir
  5. gostei do seu jeito de escrever
    ele eh bem instigante

    qnto ao poema
    eh um assunto dificil esse
    cada um eh cada um

    http://terradafenix.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. A busca do "Absoluto" é fantástico e estranho ao mesmo tempo. Também é difícil achar O Criador na cidade dos homens por estarmos tão distante da natureza infurnados em uma selva de pedras...
    Seja feliz!! Isto é o que importa. Desde que de forma respeitável e responsável.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!