De quanto vale um dia de folga...


Curtir os amigos, a família, dormir até tarde e ficar na cama sem pressa de levantar... Ir ao cinema, escrever, colocar a leitura em dia, se perder em pensamentos, não se preocupar com a hora... Aproveitar o tempo livre pra ser e nada ter que fazer.

Depois de oito dias de trabalho ininterruptos, - mesmo em um trabalho prazeroso, têm estresse e cansaço físico - o dia de folga se tranforma numa benção. E graças a ele, podemos desfrutar das simples coisas da vida e do ato de existir que a correria do dia a dia e do trabalho nos fazem esquecer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!