En la clase de español (3)

Esses dias, na aula de espanhol, tivemos que falar sobre um escritor do nosso país (sabendo que há gente do mundo todo na turma, houve uma diversidade de nomes literários).
Eu como boa gaúcha e amante de poesia, não poderia ter deixado de citar Mario Quintana, com suas poesias simples e cheias de ironia.
Em meio às pesquisas, me deparei com um poema que gosto muito, mas havia esquecido. Um poema que tempos atrás era um dos que mais falava por mim...

Aí vai ele:

Do amoroso esquecimento

"Eu agora - Que desfecho -
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?!"

Esquecimento é algo extremamente complexo para um ser humano, exceto  para os que sofrem de amnésia ou alzheimer.

Comentários

  1. "Mas tanto faz,já me esquecei de te esquecer...."Parece um exercício diário que não se aprende em sala de aula,nem nas minhas se quer saber.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!