De volta!

Voltando de viagem, horas e horas de voo...

1ª hora: Repasso cada momento vivido nesses 31 dias em terras espanholas. Quanto vi, vivi, aprendi, conheci pessoas e lugares... Sou uma pessoa completamente diferente daquela que chegava a um mês atrás. Mudei muito, e pra melhor. O coração aperta ao lembrar do que deixei na Espanha, ao mesmo tempo se abre para o futuro e para o que virá.

2ª hora: Almoço! E claro, 'la siesta'. Ora, ainda estamos em ritmo espanhol.

3ª hora: Acordei e vi que passava um filme, meio água com açúcar pro meu gosto, mas pelo menos treinei mais um pouco meu espanhol.

4ª hora: Comecei a ler um livro novo que comprei um dia antes, em Madrid, de uma escritora de Valência. Muito divertido!

5º hora: Começa a passar "Karatê Kid". Pelo que notei, a grande maioria das pessoas no avião acoradaram para ver o filme.

6ª hora: Levanto um pouco pra me espichar, caminhar, alongar o corpo e aproveito para ir ao banheiro. Já estamos sobrevoando o Atlântico. Viagem longa!

7ª hora: Termino de ver o filme, leio mais um pouco o livro, tento dormir mas não consigo me acomodar... Levanto, caminho, sento novamente... ¡Aburrimiento! 

8ª hora: Servem a janta. Aceito um café que mais parece um 'chafé'. ¡Vale! Esperar um bom café em um avião é pedir demais.

9ª hora: Meu pescoço dói. Faço um pouco de alongamento. Sorte ter comprado um travesseiro especial de viagens no Freeshop de Madrid, porque a ida foi tensa, literalmente falando. Massageando e alongando meu pescoço lembro da cena lamentável (e agora, engraçada) do hospital na semana anterior. Para carimbar minha viagem, eu tinha que parar em um hospital...

10ª hora: Escrevo no meu caderno de notas alguns apontamentos da viagem e reflexões e me emociono com as lembranças que passam por minha mente, as pessoas que conheci nessa viagem que foram tão especiais e talvez eu nunca mais as veja pessoalmente. Loucura isso!

11ª hora: Depois do avião dar voltas e voltas no céu esperando a chuva de granizo passar em Guarulhos, aterrissamos. Cheguei na metade do caminho. Mais algumas horas no aeroporto, uma conexão e chego ao aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, finalmente.

__________________________________

Assim, volto à 'vida real' com muitas ideias novas e objetivos, um jeito melhor e mais positivo de encarar os problemas, muita disposição e alegria.

Tive alguns contratempos até chegar ao destino final. Agora está tudo bem - ou, como falam na Espanha, 'no pasa nada' - e aqui estou outra vez, nova em folha e pronta para o que a vida me reserva logo mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!