coragem.

Sai ano, entra ano e a gente sempre cheios de novas intenções para um novo ciclo. Metas, planos e sonhos, que muitos dos quais são deixados no meio do caminho logo que esbarramos no primeiro obstáculo. Entre medos bobos e receios infantis, deixamos de realizar feitos incríveis e fazer história.

Para começar qualquer coisa, para que o ano novo seja diferente do anterior, precisamos de muita criatividade para se reinventar a cada dia. Desfazer limites. Confiar em si mesmo. Encontrar nossa melhor versão. E agir mais, afinal, sem tomar atitudes fica difícil sair do lugar.

A vida é contínua e feita de instantes únicos. Há que se fazer uma história bonita para lembrarmos (e nos orgulharmos) depois. Só depende da gente. E, apesar dos pesares do mundo, que haja coragem para seguir adiante. Pra iniciar, reiniciar e perseverar sempre. Se houver medo, vamos com medo mesmo, mas que não percamos a fé.
 

(Texto 3 de 7).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!