Uma explicação para o inexplicável

Sabe quando, de repente, uma lembrança transpassa pela mente, o coração aperta, lágrimas escorrem pelo rosto? Sensação estranha de explicar. Mas é a saudade que veio dar um "oi". Não é uma emoção ruim, apesar de ficar um pouco triste. Na verdade, a morte que é algo estranho de definir.

Como pode alguém ir embora num ímpeto, às vezes surpreendendo a todos, deixando tanta coisa pela metade? E às vezes de uma forma tão triste e sofrida... Há quem diga que é coisa do destino e que estava na hora da pessoa partir. Mas que hora mais besta! Porque não morrer aos 90, 100 anos, depois de já ter vivido o bastante e feito tudo o que manda o 'script', dormindo tranqüilamente e num suspiro se deixar levar? Tem certas coisas que é difícil de entender, de encaixar as peças desse jogo tão tempestuoso que é vida. Ou a morte! Precisava de alguma teoria concreta que faça eu aceitar certas situações. Talvez eu receba as respostas para as minhas dúvidas quando chegar a minha "hora" de partir deste mundo, mas creio que as terei tarde demais. Gostaria de obtê-las estando aqui (talvez num sonho, por quê não?), para quem sabe, eu consiga viver um pouco melhor, diminuindo a dor desse afastamento sem sentido.

Sei que um dia nos encontraremos em algum outro lugar, e com certeza melhor que este. Então tudo ficará bem! Enquanto isso, a saudade permanecerá mais intensa do que nunca, mas as dúvidas continuarão me atormentando.

"Cedo ou tarde a gente vai se encontrar!
Tenho certeza numa bem melhor.
Sei que quando canto você pode me escutar!"
(NX ZERO)

Comentários

  1. Nossa adorei o texto,
    é relamente isso que vc escreveu que nós sentimos
    muito bom, da até pra se emocionar.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que estou assim essa semana com algumas lembraças. Lindo texto. É ruim sentir tristeza, mas as vezes nos faz pensar sobre a vida.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto .. quando é pra ser pode demorar o tempo que for que acontece .. rsrs

    Abç.

    ResponderExcluir
  4. acho a saudade um sentimento esquisito...nem ruim, nem bom...
    sinto muita saudade de algumas pessoas que passaram pela minha vida e já se foram para outro plano astral...nesses momentos me pego chorando ou rindo ou, ainda, esperançosa...

    ResponderExcluir
  5. Saudades de quem se foi, do que não volta. Bom, é a vida. E que fique o que foi bom.

    ResponderExcluir
  6. É realmente estranho, um acontecimento biológico, puramente racional, que nós seres-humanos evoluidos ainda não conseguimos segurar as lagrimas quando algum ente querido nos deixa...
    É dificil, imaginar viver sem certas pessoas e, ve-las morrer, sem se despedir, sem nos dar uma oprtunidade de um último abraço, um pedido de desculpas ou talvez um até logo...

    PS. Tem um vídeo muito bom do Pedro Bial, que ele escreveu depois da morte do Bussunda...

    Ta ai o link: http://www.youtube.com/watch?v=KmTybWuVCT0

    Bjos!!!

    http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!