É sempre amor.


Há certas pessoas que marcam a vida da gente de tal forma, deixando marcas profundas no nosso peito, como uma tatuagem. Não importa o tempo que se viva junto a ela e sim, a intensidade. Esquecê-la é simplesmente impossível. E muitas vezes, lembrar dela dói. É estranho que esse sentimento pode mudar em relação a essas pessoas com o passar do tempo. Mas uma coisa é certa: é sempre amor, mesmo que acabe!


Música: "Mesmo que mude" - Bidê ou balde

Comentários

  1. Olá, achei o seu blog através da comunidade "Escrever é a minha terapia".

    O blog está lindo e Você escreve muito bem.

    Parabéns!

    Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!