quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Besteira é chorar pela perda do que nunca existiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário