Dia de festa

Há dois anos eu criei este blog para colocar alguns de meus milhares de pensamentos e ideias um pouco mais ordenadamente em forma de textos e tentar entender um pouco desse grande mistério que é a vida. Mais uma espécie de terapia que outra coisa... Porém, nunca imaginei que  fosse  durar mais que um ano (já estamos em dois) e também chamar tanta atenção de leitores. Como é bom ver tantas pessoas acessando, lendo, comentando e curtindo meu filhote. Fico muito feliz e surpreendida pelo sucesso do "Coisas da Vida" (comentei isso ano passado, mas ainda me espanto com o desfecho dele).

Dois anos e aqui estamos com mais de 120 textos, de ótimos a regulares, de alegres a tristes, de sérios a engraçados... Textos que fazem parte da vida. Da minha e de quem lê também. Tantos sentimentos, momentos, dúvidas que às vezes parece que somos o único ser do mundo que temos e sentimos, e que se analisarmos, são situações comuns do cotidiano de muita gente.

E eu, como mudei nesse tempo... No físico, mas principalmente no emocional. Mais madura, mais consciente de certas coisas. Muitas descobertas, amores e desamores, amizades e pessoas que  vieram para dar um colorido à minha existência, escolhas, dúvidas, destino, surpresas, emoções... Essas coisas da vida! Só em repassar alguns textos antigos e comparar aos novos, vejo o quanto essa mudança foi significativa. E graças à Deus, pra melhor! Passei muitos meses de 2009 sem escrever. Por algum motivo não conseguia botar no papel aquelas sensações que surgiam em mim, mas agora volto ao ritmo. E que o blog siga em frente!

Então 'let's go'! Vida longa ao "Coisas da Vida".
Cantaremos "Parabéns a Você" e comemoraremos esses dois anos completados hoje, dia 28 de maio de 2010.

Obrigada a todos pelas visitas e comentários. Continuem passando por aqui. A porta está sempre aberta.

Comentários

  1. Vida longa ao "Coisas da Vida"
    Parabens!!!!!!
    Que dure mais 20 anos... rs
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. parabens!
    que dure por mais 2 anos X 5 (rs)

    "Escrevo por uma espécie de incompatibilidade - de gênios com a vida, escrevo para reinventar, para organizar o caos, para não enlouquecer de impotência, para re-fazer. Mas não pense que não sei do inútil disso".

    'Caio Fernando Abreu.'

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!