Tudo o que precisamos dizer

Terminei de ler a alguns dias o livro "Tudo o que eu queria te dizer" da escritora Martha Medeiros. Muito bom! É um livro de contos estruturado em forma de cartas, revelando os sentimentos de cada personagem. "Perdão, vingança, alívio, um pouco de nós está em cada uma dessas vozes, que expressam através de cartas uma confissão ou o exorcismo de nossos demônios." Leitura agradável. Recomendo!

Analisando o livro como sempre faço com a maioria dos que leio, vejo quanta coisa temos a dizer a tantas pessoas e que por algum motivo nos falta coragem em dizer pessoalmente. Às vezes, escrever é melhor do que falar. E digo em colocar no papel em forma de carta, mesmo estando na era da internet e e-mails, pois é muito mais pessoal. Claro que no falar, podemos demonstrar melhor nossos sentimentos e muitas vezes o alívio é melhor quando dizemos tudo o que queríamos na frente daquele que necessitamos desabafar. Mas e quando falta coragem ou até mesmo, oportunidades para que isso aconteça?

Independente do falar ou escrever, se conseguirmos passar o que sentimos para a devida pessoa, é isso o que importa. Guardar sentimentos só para si é umas das piores coisas que nosso espírito possa sentir.

Comentários

  1. vou ler esse livro.
    tenho uma dica de leitura se quiseres, um livro que nos faz refletir muito quando lemos.
    O silêncio dos amantes - Lya Luft
    muito bom. ;D

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ane,
    Antes de mais nada, parabéns pelo blog, adorei!
    Então, concordo com vc sobre a história da carta. Acho que era muito mais pessoal sim, a gente relia uma carta antes de mandar várias vezes, escolhia o papel, a tinta, as palavras. Era bem diferente, com certeza.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!