Angústia

Essa vontade de vê-lo, essa carência que bate hora ou outra acabam enlouquecendo qualquer ser humano. Já não sei se aceito encontrar-me com ele ou se invento uma desculpa (mais uma dentre tantas que já dei). Ah, como seria bom se num simples estalar de dedos a gente pudesse esquecer certas coisas. Ou certas pessoas! Se bem que, não queria exatamente esquecê-lo, afinal, ele fez eu sentir emoções antes não conhecidas para mim. Quando o vejo meu corpo treme, meu coração dispara. Seus beijos me acalentam, me aquecem... O sexo é efusivo. O seu olhar me acalma, o seu abraço me protege... Como o adoro! E sinto que é recíproco. Temos uma afinidade forte, um sabe o que o outro pensa, sente, mas Infelizmente disputo-o com uma candidata forte, e creio que começo a sentir o gosto amargo da derrota.

Sim, porque disputar com ela, a LIBERDADE que ele tanto (acha que) precisa é algo difícil. Talvez impossível! Mas qual seria o problema em curtirmos a liberdade à dois? Tudo seria mais simples. E nós mais felizes! Livres e felizes. (Parece até coisa de final de novela, mas é por aí).
É, creio que o perdi! Yes, I lost him! Yo lo perdí! Não conseguirei esquecê-lo, nem ele, nem nossos momentos marcantes, isso já sei, mas me afastar isso eu não só posso fazer como devo. Se ele prefere ser livre, ok, então seja, mas por favor, que pare de ligar, é angustiante!

Que Karma eu fui arranjar.

E o telefone voltou a tocar...

Comentários

  1. um dia há de ser entendido que a liberdade, por vezes, é uma prisão.

    parabéns pelo texto.

    V.

    ResponderExcluir
  2. putss me identifiquei com esse texto....mais colocado pro lado masculino..minha ex bem desse tipo...é complicado.

    Belo blog abraçosss

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto e sei exatamente o que passa!

    ResponderExcluir
  4. Como vc consegue? Parece que escreve tudo que eu sinto.. shashuas'.. Estranho.. Parabens.. Virei sua fã.. Escreves muitooo...

    sucesso..
    bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!