Silêncio

Estava em casa. Era uma sexta-feira a tarde. Tinha feito tantas coisas naquela semana: estudos, trabalho, correria com horários, estresse, trânsito... Naquele momento eu só pensava em relaxar. Fechei as janelas para abafar o som dos carros na rua, liguei o rádio mas logo desliguei-o, era de silêncio que eu precisava.
E como era gostoso "escutar" o silêncio. Aquela sensação de paz e tranquilidade que ele transmitia. Pensamentos surgiam em minha mente, mas logo os afastava. Queria conversar, questionar, ouvir o silêncio e tudo o que ele tinha para me dizer. Ouvia-o, sentia-o, cheirava-o... Estava bem acompanhada! Dizem que o silêncio é sinônimo de solidão. Até pode ser, mas nesse caso, era uma solidão necessária. Naquela hora comecei a perceber melhor as coisas ao meu redor, o barulho da torneira no banheiro, o ruído que nunca havia percebido em outras horas, da geladeira lá na cozinha, dos passos do cachorro do vizinho no apartamento de cima, do sino da igreja. Embora este tocar todo dia, de uma em uma hora, nunca havia percebido o quão bonitas eram aquelas badaladas. Parecia ser a primeira vez que eu as escutava. Fechei os olhos, respirei fundo e me deixei levar por essa ausência de som tão intensa e harmônica. Sensação aconchegante! Reflexão da mente, descanso do corpo, paz da alma... Ah, o silêncio!

Comentários

  1. O silêncio é muito bom, as vezes se torna fundamental rsrsrrsrs.

    www.blowgh.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. ficar no silêncio é essencial, é nesse egoísta em que estamos sozinhos com ele, que podemos nos entender e nos aceitar, para depois agir bem com o resto das pessoas.
    E essa nossa rotina de trabalho, escola, trânsito exige muito do nosso controle.
    :D

    http://thesecretcitrilime.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. As vezes não há nada melhor que o silêncio, foi o seu caso.
    É sempre bom recompor as energias nele, com tanto barulho no mundo, as vezes é bom se calar

    ResponderExcluir
  4. Belo texto, também adoro o silêncio, nessa nossa vida agitada é preciso dar uma desacelerada de vez em quando.

    Adorei o blog, vou passar por aqui mais vezes.

    http://sinapsemoderna.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Valeu pelo comentario. Volte sempre.

    O silêncio é bom para refletirmos a nossa vida.

    Bem legal o post

    ResponderExcluir
  6. Silêncio da alma...estar em paz consigo mesma, existe algo melhor que isso? Tranquilidade, sossego, paz. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. a melhor coisa que tem na maioria das vezes é o silencio... Ele não tem perturba, não te stressa!!!

    http://rosarenan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. você tem toda razão. As vezes o silêncio é mesmo a melhor companhia, principalmente para escutar as lágrimas dentro de nós.

    ResponderExcluir
  9. Tem vezes que o silêncio é nossa melhor opção.

    ResponderExcluir
  10. é bom ouvir o silêncio, voltamos os olhos para dentro de nós. Não perca a delicadeza que é prestar-se a ouvir tudo e nada quando bem entender

    ResponderExcluir
  11. as vezes os ouvidos precisam dormir..
    ainda mais quando nossos pensamentos gritam tanto..

    abraço

    ResponderExcluir
  12. I love silêncio XD
    curto pacas um lugar quetinho , calmo
    Ai que pAz que me da !!!


    http://total-info-web.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Na verdade o silêncio é a oportunidade para escutarmos os barulhos que nosso mundo faz e não percebemos

    :D

    ResponderExcluir
  14. Sem palavras

    A vida inteira busquei
    explicações e deciframentos:
    encontrei silêncio e segredo,
    às vezes o conforto de um ombro,
    outras vezes dor.
    No último lapso
    de um tempo sem limites
    -embora a gente o queira compor
    em fragmentos - ,
    abriram-se as águas
    e entrei onde sempre estivera.
    Tudo compreendido
    e absolvido,
    absorta eu me tornei
    luz sem sombra:
    assombro.

    Lya Luft, in. O silêncio dos amantes, Ed.Record, 2008. p.9

    O silêncio nos faz ouvir a vida!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!