Que nossas certezas sejam desconstruídas para dar espaço a novas histórias; que o amor seja a meta e a vida, o caminho. Que façamos planos para mudar o mundo, que comecemos por dentro, mudando a gente. Que os sonhos virem destino para muitos, e não só para nós mesmos. Que a vida vire um livro de crônicas com poesia nas entrelinhas. Que sorrisos virem rotina. Que às vezes nosso “eu” seja desfeito para sentirmos o outro. Que a felicidade transborde e possa ser compartilhada. Que haja mais corações e ternura em mensagens de texto. À noite, que inventemos caminhos novos pra trilhar juntos, num futuro próximo. E que tu lembres de escrever bilhetinhos de agradecimento ao universo. Para a tua esperança retornar de manhã cedo e acender estrelas no teu coração. Cada dia é uma pequena vida. E pra cada uma, paz, alegria, amor. Gratidão! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Pois é, Trintei!!

Instabilidade emocional