segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Sobre bilhetes deixados no meio de livros, carinho-recordação do passado me lembrando que o presente é tudo o que nós temos. No fundo da xícara de café, marcas de futuro. "Acredite. Sonhe grande. Realize", foi dito um dia. E ainda se diz. E ainda se sonha. São os sonhos que movimentam o mundo. Movimente, amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário