Pra constar. No fim de ano.


Ultimamente a vida anda agitada, atarefada, com muita coisa pra fazer em pouquíssimo tempo. Folga é luxo. É milagre também. E quando uma aparece, quero fazer mil e uma atividades que em dia comum não consigo. Quero ver gente que não encontro sempre. Aí a folga passa. Os momentos são aproveitados com intensidade, mas falta descansar. Daí vem o dia normal de novo. E mais trabalho. Me sinto mais cansada de quando saí de folga. Mas muito mais feliz. Bom, então está tudo certo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Pois é, Trintei!!

Instabilidade emocional