de 2013 e das conquistas.


Movimento. 2013 de reviravoltas, decisões e resoluções. Um ano com os 365 dias mais agitados da minha vida. Mas que deu (quase) tudo certo.

Foi um ano que aprendi muito. Aprendi a andar sozinha, a perder a insegurança, a ter determinação e muita, mas muita fé. (Fé. Palavrinha pequeníssima porém, com uma força tremenda. Que me impulsionou lá pra cima. E lá cheguei.)

Foi um ano de plantar muito, de estruturação. Um ano que descobri que andar sozinha não foi tão difícil assim. Muito pelo contrário, só me fez crescer e me tornar uma pessoa surpeendentemente diferente. Mais realizada, mais madura, mais feliz. Se bem que, quem é que disse que andei sozinha? Ou completamente sozinha? Porque gente do meu lado é o que não faltou. Um brinde a essas pessoas que conviveram dia a dia comigo, me ajudaram, me ensinaram (e me aguentaram muito também).

2013 foi um ano de conquistas. De muito trabalho. De pequenas viagens, mas incríveis. De amigos (os melhores que a gente pode ter). De Rio de Janeiro. De aulas de francês. De cinema. De música. De literatura. De poesia. De coração em expectativa. De permanecer em stand by no amor (mas só porque o foco maior é o café). E falando no café, este que começou com um pequeno sonho e se realizou de uma forma imensa. Às vezes demora pra 'cair a ficha'. Mas aconteceu. Porque eu sempre acreditei. E corri atrás. Com foco, fé (olha ela aí de novo) e perseverança. E mesmo que algumas pessoas não tenham dado certo na minha vida, eu ainda assim, agradeço imensamente por elas terem me ajudado a conquistar esse sonho. Mesmo que elas não saibam que me ajudaram. Mesmo que elas tenham me feito passar por dificuldades até chegar onde estou. Quer saber?! Um brinde a elas também.

E eu, só quero a paz que mereço nesse fim de ano. E sossego. Porque de resto, estou bem, amor. Um brinde à vida. E à mim.

Comentários

  1. E que venha um 2014 cheio de amor pra você! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Um grande brinde e muita fé em um 2014 tudo de bom.
    Parabéns, Ane!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!