segunda-feira, 22 de abril de 2013

da vida passada à limpo.


Desses meses, abril foi o mais movimentado até o momento. Ou melhor, está sendo. Mas um movimento bom. Daqueles que as coisas começam a tomar seu rumo, irem pro lugar. Passei uma época em que eu tinha muito tempo pra nada e hoje, está o inverso. Mal tenho tempo pra mim. Mas está bom como está. Como estou. Encontrada. Realizada. Definitivamente chegando ao pico da minha vida. Não me refiro à idade, mas ao meu crescimento em todas as direções. Me refiro às minhas decisões e mudanças internas. Hoje consigo fazer tanta coisa que nem sonhava um dia conseguir. Consigo andar com meus próprios pés, assumir riscos, resolver problemas. Entrei no mundo de "adultos" tão pavoroso pra uns e outros, com todos os percalços e desafios que ele contêm. E sobrevivi. Mais forte. Mais determinada. Mais feliz.

Fiz as pazes com a vida que andava meio de 'mal' comigo (e eu com ela). Passei por fases de desencontros, de indecisões, de espera por amores que nunca viriam. Caí, me machuquei, me quebrei. Fui para outros caminhos. Descobri amizades incríveis, uma paixão de outras vidas que me fez seguir adiante e descobrir minha verdadeira vocação. Viajei pra longe. Sozinha. Venci medos. Aprendi a ter amor-próprio e não mendigar o amor de ninguém. Nem aceitar migalhas. Aprendi a ser eu mesma. Como sempre fui, mas sem aquela timidez que me atrapalhava em outros tempos.

Chegando ao ponto máximo, espero colher os louros que virão, sabendo que continuarei a aprender muito e terei outras 'pedras' no caminho para desviar (ou quebrar). Por isso sigo focada nos meus objetivos, determinada e confiante na minha pessoa. Sozinha, mas sempre junto dos que fazem dos meus dias, poesia. Estes que me ajudam também, a realizar sonhos.

Um comentário: