Do que não se explica...


Não quero pensar. Não quero sentir. O que sinto não é traduzível. Resisto. Mudo de foco. A dúvida ressurge. A vontade vêm, mas logo vai embora, assim não fica aquela esperança boba de dar certo. Talvez não seja o medo de um NÃO, mas de um SIM. E esse coração que parecia estar curado do mal das desilusões, não consegue se abrir outra vez para o novo. O corpo pede o que o coração não sabe se quer, e a mente inventa todas as desculpas para não querer sentir. Se é que a mente tem algum poder em relação aos sentimentos.

Dá vontade mesmo é de sair de fininho, na ponta dos pés, como se nada tivesse acontecido. E nada aconteceu mesmo.

É estranho. Tudo é estranho. Na minha cabeça. No meu coração.
E eu não entendo. Mas sinto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Pois é, Trintei!!

Instabilidade emocional