sábado, 3 de setembro de 2016

coleciono sexta-feiras, amizades de uma vida e histórias bonitas. embora todas elas tenham um fim, guardo o melhor de cada uma dentro do peito. me expresso em palavras cruzadas de jornais velhos. coração dá cambalhotas em expectativas de futuro bom. o instante vira presente. e meu café, passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário