Das sensações que vêm à tona ...


Seria uma vontade, um desejo de carne?

Do cheiro que me atiça,
Das brincadeiras do dia a dia...
Me confundo, não sei o que fazer.

Pode ser coisa da minha cabeça,
Ou do meu corpo.
Imaginação, talvez?!

Então fujo, mudo de pensamento.
Mas a dúvida persiste.
Vontade existe.
O medo invade.

E uma bagunça emocional se instalou
desses instintos que apareceram repentinamente
desafiando o lado mais ousado
da mulher
que andava adormecida em mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!