Doce inquietude

 
Carinho, amor, ternura... E o que mais poderia ter entre eles? Tantas dúvidas a envolviam, algumas apreensões. Na cabeça, um turbilhão de pensamentos. Ora, fosse o que fosse, a essência que aquela amizade possuía, tão bela, não podia se extinguir. Era só o que ela pedia. O resto, o destino se encarregava.

Comentários

  1. Leveza e serenidade. Ao ler teu texto, me vieram a tona tais sentimentos. Parabéns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!