Quanta coisa a gente (não) faz, depois quer voltar atrás...

Voltando da primeira etapa de férias... Sim, minhas férias este ano estão divididas em duas etapas (dou-me a esse luxo enquanto posso, vai saber o dia de amanhã, né?!) e, nessas duas semanas que passei em Torres, no litoral gaúcho, descansei, li muito, passeei e, caminhei bastante também (o que fez eu voltar 1 quilo mais magra). E nessas caminhadas na beira da praia, eu e meu mp4, entre uma música e outra, devaneios e lembranças fiz uma espécie de balanço de certos aspectos já vividos até aqui. Numa das músicas escutadas, mais precisamente aquela do Armandinho em que o refrão diz: "Quanta coisa a gente faz, depois quer voltar atrás!", ao escutá-la comecei a pensar sobre arrependimentos e concluí que eu não me arrependo pelo que fiz na vida, mas pelo que não fiz.
Pois é isso mesmo! Tudo o que foi feito, aprendido, aventurado, mesmo sendo errado, no fundo foi bom pra mim. Se não era certo, algo eu aprendi e trouxe para hoje o fato de saber que não devo repetí-lo.
Mas, e o que eu não fiz? Amores não concretizados, caminhos não percorridos, viagens não feitas, não me despedir direito de quem já partiu e não voltará mais, cursos não feitos, telefonemas não dados, a palavra não dita naquele exato momento... Nisso sim há arrependimentos! Situações que na época talvez eu não tenha dado tanta importância, ou pelo medo do depois, ou pela ingenuidade da época acabei não realizando o que agora vejo que se o tivesse talvez minha vida teria tomado um rumo mais acessível, mais feliz!
O tempo passou... Amadureci? Ôh, muito! Concordo com aquela história de aproveitar o momento, curtir o dia como se fosse o último. É a pura verdade! Claro que ter responsabilidade também é fundamental! Não vou encher a cara, usar drogas, fazer racha, comer um monte de porcarias, fazer sexo sem camisinha, beijar a torto e a direito sem nem ter intimidade com o outro e outras barbaridades... Creio que isso não seja exatamente "aproveitar a vida".
E já que não inventaram uma máquina do tempo para retornar ao passado, então, com os arrependimentos do que não foi feito outrora, assimilo-os e os uso para o que vier daqui para frente! Erros foram feitos para construir um futuro melhor. A gente erra, infelizmente. A vida é assim... Pelo menos algo de bom esses pequenos equívocos (às vezes nem tão pequenos assim) nos trazem. Ainda bem.

Comentários

  1. Eu me arrependo todo dia pelo que eu não fiz também D: mas... O arrependimento não me fará voltar atrás e sim me magoar mais ainda D:

    Eu tento aproveitar ao máximo o período escolar, mas eu já vou pro 3º ano rs, sei lá, na escola não há o que aproveitar, todo mundo lá é parado e talz, apesar de estudar lá, os amigos que valiam mesmo a pena já sairam D:

    ResponderExcluir
  2. Justamente pensando desse mopdo que eu vivo cada minuto da minha vida como se fosse o ultimo.. apoveitando cada brisa extraindo o maximo de prazer de cada instante e batida do meu coração... quando der tbm de uma passadinha no meu blog e deixe a sua opinião http://tudoqueeutilounao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. A pouco tempo pensei mais ou menos isso...

    Na verdade nos arrependemos, mas o fato de ter feito, e de poder ter aprendido é muito melhor que não fazer e nunca saber como seria... por isso que não dá arrependimento.

    Tudo é crescimento, e nada estagna...

    Show o Blog, se puder passa no meu...

    http://apenas-daniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Os erros que cometi não me fazem querer voltar para corrigi-los.
    Adquiri experiencias que sem eles não teria aprendido.
    Mas algo que deixei de fazer me incomoda um pouco.
    Aproveito cada dia para que não ocorra esse sentimento de arrependimento ou de querer voltar atrás.
    Quando puder me visite!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. querer voltar atras eh mt comum mesmo! Mas eh bom seguir adiante!

    http://jokers.mimhospeda.com/

    ResponderExcluir
  6. Penso em voltar atras e fazer algo da qual me arrependo de nao ter feito e imagino as consequencias que haveriam, boas ou ruins.
    O tempo nao vai voltar, mas será que correr esse risco valeria a pena, sabendo que iria afetar o presente se acontecesse?

    www.casadobesouro.blogspot.

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho arrependimentos, alguns até bem grandes... Mas procuro não pensar neles.
    Só penso quando estou com o pé no caminho errado e tento evitar cometer o mesmo erro.
    Mesmo assim nem sempre é possivel. Já repeti erros por burrice, por amor!!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá... Te convidei para um meme lá no meu blog. Tem a ver com arrependimentos também: é sobre pecados que cometemos. Dá uma olhada aqui: http://sagradoxprofano.blogspot.com/2009/01/pecaminoso.html

    ResponderExcluir
  9. Bom dia!

    Gostei muito deste texto.

    Primeiro que além de falar sobre a questão do fazer (ou não), você puxou um aspecto muito importante neste trecho:

    "Claro que ter responsabilidade também é fundamental! Não vou encher a cara, usar drogas, fazer racha, comer um monte de porcarias, fazer sexo sem camisinha, beijar a torto e a direito sem nem ter intimidade com o outro e outras barbaridades... Creio que isso não seja exatamente 'aproveitar a vida'."

    Muitas pessoas confundem liberdade de escolha com libertinagem na escolha. Acham que devem fazer tudo, inclusive coisas erradas, sem pensar no depois.

    Porém o seu texto exemplificou bem o que realmente nós não devemos deixar para fazer depois: as coisas boas da vida.

    PS.: Gracias por compartilhar com seus leitores essa visão tão bela da vida!

    Kiso


    http://garotapendurada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Sabe, aprendi isso à pouco tempo, não que me arrependesse das coisas que fiz, mas justamente porque passei tempo demais preocupada com os problemas da vida que esqueci de mim... mas estou de volta e dessa vez voltei com tudo, sabe aquela história de 100% eu, pois é, esse esta sendo o meu momento e quero aproveita-lo bastante.

    Bjsss
    P.S.: continue escrevendo, porque eu vou continuar lendo, estou adorando seus textos

    ResponderExcluir
  11. Estou aqui agora! pensando o quanto fui covarde... perdi a chance da minha vida de ser a pessoa mais feliz do mundo, por medo! medo de me magoar... de magoar alguem e de me arrepender...
    Fazem quatro meses e Hj sofro todos os minutos da minha vida... por ter deixado um grande amor e não poder fazer nada! Agora sim posso dizer que estou arrependida!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!