Instantes de felicidade.

Dar mais valor ao simples, ao que realmente importa.
Estar presente com cabeça, corpo, mente e coração no aqui e agora.
É agradecer pelo que se tem, quem se é, o que conquistou até aqui. Esquecer desavenças passadas, erros, más escolhas.
Não se pré-ocupar com coisas que não aconteceram ainda (e talvez nem venham a acontecer.
É ACREDITAR! Em si mesmo, na vida, em uma força maior.
É entender que estamos aqui por algum motivo, que nada é em vão, e valorizar cada experiência vivenciada nessa existência.
É superar desafios. E superar-se.
É acreditar que algo de bom sempre é capaz de acontecer e mudar a vida pra melhor.

Felicidade é uma junção de tudo isso! E talvez um pouco mais.
É um estado de profunda paz interior, consciência tranquila, mente serena.
É saber do seu potencial, de descobrir a imensa capacidade que temos dentro de si de levar-nos cada vez mais além, rumo a realização dos sonhos e à evolução do espírito.
É sentir vontade de ajudar, de dar mais amor.
É se encantar com a vida e com pequenos gestos do cotidiano.
É satisfação plena!

Felicidade mesmo, é conseguir dar um belo sorriso, mesmo imerso em dificuldades e problemas. 

Felicidade é um estado enorme de gratidão e amor por descobrir que somente nós mesmos somos capazes de buscá-la dentro do nosso ser, de senti-la intensamente e desfruta-la quando quisermos.
E que, por mais ajuda externa que tivermos, somente nós mesmo somos responsáveis por encontrá-la e percebê-la. E por escolher acolhe-la.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Pois é, Trintei!!

Instabilidade emocional