das terças cinzas e dos sonhos em cores.

terça cinza. a chuva havia parado, mesmo assim continuava abafado. sono batendo. um café. aquele jazz instrumental aos ouvidos. pausa dos estudos de francês. ora lia um capítulo de um livro. ora de outro. não se confundia nem misturava os personagens. e assim passavam as horas. sabia que à noite, quando fosse dormir, aí sim as histórias se mesclariam. dos dois livros. e o conto em francês. o jazz ao fundo. e o café que sempre lhe acompanhava. pequenos prazeres, todos juntos. e lá no fim do sonho estava o amor. então acordou. e voltou a ler. e misturar as histórias. com borboletas no estômago e uma ansiedade. sabia que logo sua história se misturaria com a de outro alguém. as histórias sempre ficam melhores assim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Pois é, Trintei!!

Instabilidade emocional