Internet: auxílio ou escravidão?

Fico impressionada em como estamos cada vez mais dependentes das novas tecnologias. Celular, internet e outros mais... Um exemplo foi o que aconteceu essa semana que, por causa da chuva forte que deu fiquei uns dois dias sem internet. Você poderia dizer: "Foram só dois dias!" NÃO! Foram DOIS LONGOS DIAS, que mais pareceram meses! E me pergunto como conseguia viver, a uns 6, 8 anos atrás sem internet. E pior que vivia muuuuito bem, obrigada. Ou seria melhor? O celular, então?! Hoje se alguém esquece o celular para ir até o supermercado, capaz de ter um surto psicótico. "Mas é só até o super", a gente tenta argumentar, mas não, vai que ocorra uma emergência. Já uns dez anos, se acontecia uma emergência, sobrevivíamos, mesmo sem celular.
Acho ótimo que a tecnologia está cada vez mais desenvolvida. Cada ano que passa, aparecem novos inventos, novas criações que, sem dúvida alguma, nos auxiliam (e muito) nas tarefas do dia-a-dia. Devemos sim nos atualizar, utilizar esses produtos, mas sermos escravos dos mesmos, isso não.
No rótulos desse produtos devia conter a mesma mensagem que usam em propagandas de cerveja: "Aprecie com moderação" Senão, daqui a alguns anos, serão as máquinas que irão nos manipular, e não nós a elas, isto é, se isso já não está acontecendo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De repente, 30!

Instabilidade emocional

Pois é, Trintei!!